shadow
Implementação de Trilho de Interpretação Ambiental – Descontaminação do Poço do Talaminho

Propõe-se a descontaminação do Poço do Talaminho, nomeadamente a remoção de resíduos designados como perigosos, sendo esta a única componente financiada do projeto. Será ainda elaborada uma avaliação da possível contaminação das águas subterrâneas, dado que a deposição ilegal de hidrocarbonetos com alta carga contaminante possibilita a passagem de substâncias nocivas para o lençol freático que está na sua proximidade, sendo assim prioritária a sua intervenção.

A operação de descontaminação implica o transporte dos resíduos de hidrocarbonetos em hidroaspirador, de modo a garantir as operações de descarga e a recolha de cerca de 25 m3 de águas em cisterna.

Para execução da avaliação da qualidade das águas subterrâneas deverá efetuar-se uma pausa de cerca de duas semanas, para que o aquífero estabilize, após o

que deverão ser construídos 3 piezómetros: um a montante da captação (que funcionará como padrão de qualidade da água) e dois a jusante para caracterização.

Relativamente às análises a efetuar, os resultados obtidos serão comparados com a legislação em vigor – Anexo I Decreto-Lei n.º 236/98 de 1 de agosto.

O Poço do Talaminho foi identificado como um dos locais de intervenção prioritária de acordo com o Plano Estratégico de Avaliação da Contaminação e Reabilitação dos Solos do Concelho do Seixal (PEACRSS). Este estudo foi elaborado em 2001 pela Faculdade de Ciências da Universidade Nova de Lisboa e teve como principal objetivo a identificação dos locais contaminados e potencialmente contaminados do concelho, estabelecendo critérios de prioridade de remediação.

Projeto cofinanciado pelo QREN - Quadro de Referência Estratégico Nacional

Projeto concluído.

Outras Áreas de Intervenção: